CECI N'EST PAS DE L'EAU

Rebobinando o documentário

A todos que tem acompanhado o nosso projeto -

Nós temos dormido, acordado, respirado, vivido esse documentário, com uma só questão em mente: como promovê-lo? Por um lado, queremos convencer o público brasileiro, aquele que acha que conhece a cachaça, a reavaliá-la. Por outro lado, queremos também despertar o interesse daqueles que nem sabem o que ela é. E finalmente, não queremos que o projeto soe pedante àqueles que, como nossos entrevistados, vivem nesse universo. Enfim, chegamos à conclusão de que era querer demais.

Resolvemos focar em um público-alvo: “Ana Clara”. Carioca, de classe média, sempre vivi à margem do tema. Nascida e criada no Rio, eu achava que soubesse o que era a cachaça - destilado, nacional, barata. Em 19 anos de vida no Brasil, achava que dominava o assunto e poderia explicá-lo para qualquer um, sem muito motivo de animação ou orgulho. Eu obviamente estava errada, e como uma boa brasileira, só fui dar valor quando vim morar na França.

Então restou a questão: como interessar alguém que, como eu, vive à margem do tema e reconhece que há mais do que o pinguço, ou do que aquele álcool que, ah, “serve” quando a grana está curta. Aí está o nosso público-alvo.

Tudo isso para nos desculpar-mos. Temos inundado o Facebook de todos vocês com notícias e comentários em inglês - sem muita relevância àqueles que, enfim, queremos realmente atingir. Em matéria de promoção, vamos voltar à estaca zero. Vamos refletir sobre o que você, leitor brasileiro que se interessa pelo assunto, gostaria de saber.

Nessa nova etapa, vamos precisar da sua consultoria. 

Obrigada déjà!

Part I: Interview with Cachaça Leblon’s Philippe Mille (representative in Europe, Asia “& everywhere else”) and Gilles Merlet (Maison Leblon’s Master Distiller). Shot in Paris, at the Jardin de l’Acclimatation.

Song: Daughter - Youth (Wild Culture’s Leo Crazy In Love Mix)

Update

Dear friends and contributors,

We are very, very pleased to write this update. Already back in Paris, we can say that, thanks to all of you, we had a month of shooting that was extremely productive, enjoyable, and certainly educational. Briefly, our visit to Brazil can be described in a few numbers: 20 interviews, 10 cities, 5 alambiques, 4 states, 3 plane rides, 2 overnight bus rides, and 1 documentary with great content!

There was, however, one “but”. We would like to have had more time to follow the
very interesting suggestions that were proposed to us along our journey. But, who knows, maybe the documentary ends up being a huge success, requiring a part II? It’s what we hope, at least.

While we were in Brazil, we tried to thank everyone individually through our Facebook page (do not know yet? Go ahead and have a look! Https://www.facebook.com/cecinestpasdeleau), and also keep them updated with photos and brief news. We hope that following our journey was at least entertaining - and educational too, maybe, why not? And if for some reason your name does not appear on any of our “thank you” lists, feel free to give us a slap on the hand. We’ll hence take this opportunity to send out a big “thank you!”, true and thrilled, to be repeated in the credits of the film.

Now we come to the hardest part of the process - post-production. It is the moment that Ana spends days transcribing all the interviews, so that Yann-Yves can begin editing them in October. We rely on the help of
excellent volunteers, and optimistically, we want to finish the movie by May 2013. In the meantime, we will remain available for contact and we’ll update our Facebook page occasionally with new content, stored during filming in Brazil and France. It’s worth staying tuned.

So we finish this note with another thank you (it doesn’t hurt) to all of those who have made - and continue to make - this project possible. Above all, we want the result to be culturally enriching, and to help promote a greater knowledge about this “bottled Brazilianness” * we all love so much.

* Term borrowed from our interview with Emilio Lobato, from Cachaça Express.

Cheers!

Ana Clara & Yann-Yves

Atualização

Queridos amigos e contribuidores,

É com muita, muita satisfação que escrevemos essa atualização. Já de volta em Paris, podemos afirmar que, graças à todos vocês, tivemos um mês de filmagens extremamente produtivo, prazeroso, e certamente educativo. Resumidamente, nossa passagem pelo Brasil pode ser descrita em alguns números: 20 entrevistas, 10 cidades, 5 alambiques, 4 estados, 3 viagens de avião, 2 “corujões” de ônibus, e 1 documentário com conteúdo excelente!

Houve, no entanto, um único “porém”: gostaríamos de ter tido mais tempo para seguir as indicações interessantíssimas que nos foram propostas ao longo da viagem. Mas quem sabe o documentário não vira um sucesso absoluto, com direito a parte II? É o que esperamos.

Enquanto estávamos no Brasil, tentamos agradecer individualmente a todos através da nossa página no Facebook (não conhece ainda? Vai lá e dá uma olhada! https://www.facebook.com/cecinestpasdeleau), e também mantê-los atualizados com fotos e breves notícias. Esperamos que acompanhar a nossa trajetória tenha sido no mínimo divertido - e talvez educativo também, por que não? E se por algum motivo seu nome não consta em nenhuma das nossas listas de agradecimentos, sinta-se livre para nos dar um puxão de orelha. E, é claro, aproveitamos a oportunidade para mandar um “muito obrigado!” verdadeiro e emocionado, a ser repetido nos créditos do filme.

Chegamos agora à parte mais dura do processo - a pós-produção. É o momento em que a Ana passa dias transcrevendo todas as entrevistas, para que o Yann-Yves possa começar a editá-las em outubro. Contamos com a ajuda de excelentes voluntários e, de maneira otimista, desejamos terminar o filme até maio de 2013. Nesse meio tempo, continuaremos disponíveis para contato e atualizaremos ocasionalmente a nossa página com conteúdo inédito, armazenado durante as filmagens. Vale a pena ficar de olho.

Sendo assim, nos despedimos temporariamente com mais um agradecimento (nunca é demais) a todos aqueles que fizeram - e continuam fazendo - desse projeto possível. Acima de tudo, desejamos que o resultado seja culturalmente enriquecedor, e que ajude a promover um conhecimento maior sobre essa “brasilidade engarrafada”* que todos nós amamos tanto.

* termo emprestado da nossa entrevista com Emilio Lobato, do Cachaça Express.

Saúde!


Ana Clara & Yann-Yves

At the final day of our Zarpante deadline, we’re happy to announce we’ve reached our financial goal, and it was thanks to YOU.But it’s just the beginning. To reach the project’s potential, any and every help is still very welcome. Contact us to know how to help!____No último dia do nosso prazo na plataforma Zarpante, ficamos felizes em informar que atingimos a nossa meta financeira, e foi graças a VOCÊ.Mas é só o começo. Para atingir o potencial do projeto, toda e qualquer ajuda ainda é muito bem-vinda. Entre em contato com a gente para saber como ajudar!

At the final day of our Zarpante deadline, we’re happy to announce we’ve reached our financial goal, and it was thanks to YOU.

But it’s just the beginning. To reach the project’s potential, any and every help is still very welcome. Contact us to know how to help!
____

No último dia do nosso prazo na plataforma Zarpante, ficamos felizes em informar que atingimos a nossa meta financeira, e foi graças a VOCÊ.

Mas é só o começo. Para atingir o potencial do projeto, toda e qualquer ajuda ainda é muito bem-vinda. Entre em contato com a gente para saber como ajudar!

1 year ago

As passagens foram compradas! Estaremos no Brasil de 10 de agosto à 10 de setembro, mais detalhes sobre o itinerário em breve.

Tickets have been bought! We’ll be in Brazil from August 10 to September 10, more details about the itinerary to be posted soon.